Seja bem-vindo. Hoje é

Retrospectiva Íntima


Ao findar da jornada diurna em torno das tarefas que a providência divina lhes reserva aprimorar, verifica em torno da consciência o quão necessário seja o que realizastes em torno de tua elevação pessoal, e faças uma retrospectiva íntima de teus deveres e do cumprimento de tuas tarefas na consciência.

 
Ao findar um mês, verifica as possibilidades de auxílio que tenhas colocado todos os dias, analisando a elevação de tuas ideias ante a grandeza do infinito e se cumpriste, conforme o planejado, as realizações a que te planejastes findar, para que concluísses com alegria e harmonia os planos de teu coração.
 
Ao findar um semestre, verifica com lucidez se já progredistes conforme as tuas determinações interiores no que se refere à plantação séria e necessárias das virtudes em tua conduta, para que saibas com certeza se aproveitastes bem os meses que decorreram diante de teus planos, já que agora conta com muitos dias para apreciar com concretude o progresso que realizaste .
 
Ao findar um ano interiorize-se profundamente numa retrospectiva daquilo que conquistaste verdadeiramente neste ciclo de aprendizado. Haja vista que agora tens toda uma jornada em seus 365 dias para analisar com clareza e sinceridade se fixaste bem as lições imortais que Jesus legou e que havia de ter colocado o quanto pudesses em todos os clarões nas horas, nos minutos e nos segundos adequadamente aproveitados.
 
Toda essa analise deve favorecer-te o entendimento claro de teus compromissos para com a vida espiritual elevando em detalhes o que procuras verdadeiramente dentro de tua própria alma.
 
Cada viagem que fazes dentro de ti mesmo perscrutando a realidade de tuas intenções é valiosa caminhada muito mais ascendente do que qualquer peregrinação exterior que possas realizar em nome da fé.
 
É exatamente verificando tuas conquistas e também tuas dificuldades íntimas, as falhas que por ventura ainda não lograstes corrigir em tua personalidade que poderá ao termino do ciclo mais profundo que é a tua presente reencarnação, verificar em todas as qualidades do Espírito se cumpriste a tua programação elevada de vida.
 
Nisso consistirá a tua tranquilidade da consciência ou peso, que talvez carregues por não teres cumprido o que poderia. Lembrando sempre que haverá chance renovada, porém com desafios ampliados para teres a responsabilidade de superar o que não realizastes e concluir o que por isso mesmo adveio de consequências, mantendo-te em paz sempre, por teres a certeza que no dia seguinte nova retrospectiva poderá realizar considerando que a oportunidade nova é Deus confiando em ti mais uma vez.

Honório

Mensagem psicofônica ditada pelo Espírito Honório ao médium Afro Stefanini II na reunião mediúnica da Federação Espírita do Estado de Mato Grosso, em 30/12/2013.

Humildade Celeste

Ninguém mais humilde que Ele, o Divino Governador da Terra.

Podia eleger um palácio para a glória do nascimento, mas preferiu sem mágoa a manjedoura simples.
Podia reclamar os princípios da cultura para o seu ministério de paz e redenção; contudo, preferiu pescadores singelos para instrumentos sublimes do seu verbo de luz. Podia articular defesa irresistível a fim de dominar a governança política; no entanto, preferiu render-se à autoridade, presente em sua época, ensinando que o homem deve entregar ao mundo o que ao mundo pertence, e a Deus o que é de Deus.
Podia banir de pronto do colégio apostólico o amigo invigilante, mas preferiu que Judas conseguisse os seus fins, lamentáveis e excusos, descerrando-lhe aos pés o caminho melhor.
Podia erguer-se ao Sol da plena vida eterna, sem voltar-se jamais ao convívio humilhante daqueles que o feriram nos tormentos da cruz; no entanto, preferiu regressar para o mundo, estendendo de novo as mãos alvas e puras aos ingratos da véspera.
Podia constranger o espírito de Saulo a receber-lhe as ordens, mas preferiu surgir-lhe qual companheiro anônimo, rogando-lhe acordar, meditar e servir, em favor de si mesmo.
Em Cristo, fulge sempre a humildade celeste, pela qual aprendemos que, quanto mais poder, mais amplo o trilho augusto aberto às nossas almas para que nos façamos, não apenas humildes pelos padrões da Terra, mas humildes enfim pelos padrões de Deus.
Pelo Espírito Emmanuel
XAVIER, Francisco Cândido. Antologia Mediúnica do Natal. Espíritos Diversos. FEB. Capítulo 13.

Feliz Natal!