Seja bem-vindo. Hoje é

Forum Espírita

Acesse www.forumespirita.net e confira artigos, mensagens, discussões, livros, filmes, músicas, projetos e estudos mensais sobre a Doutrina Espírita.

Aproveite, seja um membro você também.

Exercitando o Amor

P.A.R.D.A., é uma técnica utilizada no auxilio da conscientização de processos automáticos que dificultam a prática do amor por nós mesmos. Excelente para manter a vigilância.

P - Percepção: Para cultivarmos pensamentos e sentimentos amorosos é preciso nos perceber de forma plena e conscience, uma observação amorosa de nós mesmos. 

A - Aceitação: A aceitação é uma virtude proativa que requer uma atitude de humildade para reconhecer as nossas limitações. É preciso aceitar com compaixão que somos pessoas ainda imperfeitas. 

R - Reflexão: É necessário refletir plena e conscientemente sobre as questões que podemos perceber em nós, como por exemplo o autojulgamento, as idealizações fantosiosas, e do orgulho que sustentamos, e etc. A reflexão irá proporcionar a identificação da distorções de modo que possamos saber o que mudar e como ressignificar o erro com amor.

D - Decisão: Sabemos que mudar os habitos limitadores adquiridos ao longo de nossa vida não é fácil. Portanto a decisão de ressignificação dos maus habitos exige uma decisão firme, no sentido de se realizar todo o esforço que for necessário para poder substitui-los pelo movimento essencial amoroso.

A - Ação: É importante estabelecer um plano de ação, começando a se trabalhar com os maus habitos mais simples e fácies de mudar e, à medida que vamos obtendo sucesso, nós buscamos outros hábitos mais enrraizados para  aos poucos irmos mudando. 

Alírio de Cerqueira Filho - livro: Psicoterapia à luz do Evangelho de Jesus.